Urologia

Especialidade médica e cirúrgica que se dedica ao diagnóstico e tratamento das doenças do aparelho urinário em ambos os sexos (rins, ureteres, bexiga urinária e uretra) e das doenças do aparelho genital masculino.

As intervenções mais simples, são:

  • Circuncisão
  • Freio Peniano
  • Sinais / Lesões
  • Carúnculas

As intervenções mais complexas, são:

O hidrocele congénito, primário ou comunicante, resulta da persistência do canal peritoneo-vaginal que, ao longo do desenvolvimento fetal, fica em comunicação com a membrana vaginal do testículo. Em condições normais, o referido canal encerra antes do nascimento mas, quando não encerra e a abertura é pequena, apenas passa fluido peritoneal, resultando um hidrocele. 

O hidrocele congénito é o mais comum nas crianças. Este procedimento é indicado para o hidrocele persistente após os primeiros 6 a 12 meses de vida.

O hidrocele secundário, adquirido ou não comunicante, resulta da desproporção entre a exsudação de fluido lubrificante pelo testículo e a sua reabsorção pela membrana vaginal do testículo. 

Em algumas circunstâncias, devido a traumatismo ou infeção, mas muitas vezes sem qualquer causa aparente, o saco seroso tem dificuldade em reabsorver o fluido. 

Como resultado, há acumulação progressiva do fluido lubrificante no interior do saco, surgindo o hidrocele, sendo mais comum em adolescentes e adultos, embora possa também surgir em crianças.

A glândula prostática é um órgão fibroso que circunda a uretra urinária e, quando dilatada, pode comprimir a uretra, causando problemas de micção. A urina é armazenada dentro da bexiga que vaza o seu conteúdo pela uretra. Se a próstata aumentar de tamanho, este aumento poderá obstruir a uretra, dificultando, ou mesmo impedindo, a eliminação da urina. Quando isso acontece, a cirurgia da próstata torna-se uma necessidade.

A resseção transuretral da próstata (RTUP) é o procedimento cirúrgico mais comum nos casos de hiperplasia prostática benigna (dilatação da próstata).

A Vasectomia é um procedimento cirúrgico para os homens que desejam um método de contraceção permanente, tornando-se estéreis.

A vasectomia é indicada como um método contracetivo, com 95% de sucesso, desde que realizada adequadamente.